sábado

Viver é tão raro


A nossa sociedade é rodeada de sentimentos e ideias planeadas, como se tudo o que existe para fazer fosse previsível e a resolução de qualquer tipo de problema já esteja programada por erros e passagens de vida de outros que já assistimos.
Somos assim tão inúteis para não percebermos que a vida de cada um de nós diverge de maneira diferente? Parece que todos vivemos das mesmas formas de  pensar, querer, ter (...)  Não sabemos glorificar cada um dos nossos sentimentos, precisamos de olhar para todos os outros para aprender a viver da forma mais certa ou mesmo da forma mais errada. Iludimo-nos com heróis, sem jeito, encontramo-nos em sentidos demasiado fúteis, desencaminhamos os percursos que são verdadeiramente nossos para nos integrarmos em grupos aos quais não pertencemos. Deveríamos todos ter um objectivo de vida e não seguir os objectivos dos outros, viver é algo bem raro!